A minha vida imita a minha arte

Espero que gostem
das nossas imitações
colocadas em palavras
virgulando, reticenciando
Nossos mergulhos
Nessa loucura chamada
Pensamento

Luciana Gaffrée

quarta-feira, 23 de maio de 2007

DO LAR

O feriado foi assim: casa com verde. Salamandra acesa, para aquecer e dar aconchego. Filho mais velho brincando com amigo de subir na árvore (quando o dia ainda estava quente) e de jogar play de tardezinha. Filha pequena se arruma para esperar amiguinho. Amiguinho chega com sono e não quer brincar de boneca. Filha pequena fica triste por um minuto, corre atrás dos carrinhos, monta uma pista e brincam juntos. Filha pequena é rápida e logo se adapta. Está sempre feliz, a filha pequena.
As mamães vão pra cozinha fazer as "empanadas", a pizza caseira já tá pronta. Tem também gelatina, pipoca feita na hora, de panela e guaraná brasileiro. Mas, as mamães tomam mesmo é um delicioso café com biscoito de chocolate e conversam sobre suas vidas.

Um comentário:

Anamaria e Candido disse...

Nós por aqui também sentindo um friozinho. A filha menor, na Bahia, curtindo o solzinho de lá e participando de congresso (será?). A do meio trazendo o fofinho para ver os avós e alegrar muito suas vidas. A mais velha, com sua linda prole, longe em distância mas pertinho do coração. Ah, como é bom ter essa família.